quinta-feira, 16 de outubro de 2008

RESUMO DO LIVRO: OS AFAZERES NA EDUCAÇÃO INFANTIL - ROSSETTI - FERREIRA

Ao ler este livro, embarcamos em uma viagem sedutora, que nos leva a repensar sobre nossos fazeres com nossas crianças, sejam elas nossos filhos ou aluno.
Desde muito tempo este tipo de troca de experiências, através de conversas vem facilitando o surgimento de novas concepções de ensino.
Nos últimos anos o campo da educação infantil tem sofrido profundas mudanças, tanto legais como conceituais, e nós como educadores temos o dever de nos atualizarmos afim de desempenhar melhor nosso trabalho nas instituições nas quais estamos inseridos.
Uma destas transformações é a presença cada vez mais intensa da família nas instituições de ensino, os pais tem buscado conhecer melhor a pessoa que faz parte do dia-a-dia de seu filho, ou seja o educador e este por sua vez vem buscando conhecer melhor a família de suas crianças o que nos leva a reconhecer os limites, as crenças e os costumes de cada um.
Com esta aproximação cresce também os vínculos afetivos entre a figura do educador e a criança, vínculo este indispensável em uma sala de berçário por exemplo, pois é através dele que cresce a confiança entre ambas as partes.
Nos primeiros anos de vida de uma criança, ela acredita que o mundo gira em torno dela, só depois de conviver com outras crianças em um ambiente apropriado para isso é que ela percebe que neste espaço existe o outro e neste momento de adaptação que o papel do adulto enquanto parceiro é fundamental, até porque a cada novo ano há uma nova adaptação.
Para que esta adaptação seja menos dolorosa, podemos usar de vários artifícios, tais como a presença de um bichinho de estimação dentro da sala, esta convivência pode ajudar as crianças a expressar sentimentos, respeitar diferenças e também lidar com sentimento de perda.
Outro recurso bastante usado nas instituições, não só com intuito de adaptação, mas também de melhoria no ensino é a literatura infantil, que através de suas estórias nos leva a um mundo mágico, e além disso estimula a imaginação das mentes férteis de nossas crianças, melhoram sua linguagem oral, que também pode ser estimulada através do dialogo.``Investir na conversa de roda é uma forma de lutar pela cidadania”
Na roda além do dialogo e das brincadeiras, também se pode ouvir e cantar músicas o que ajuda a desenvolver o senso de ritmo e cabe a nós sermos criativos e críticos na escolha do que apresentar a elas, garantindo que o trabalho seja interessante para ambos.
Mas apesar de tanta preocupação com o desenvolvimento psíquico da criança, uma instituição de educação infantil não pode esquecer de um outro papel importante que deve desempenhar na vida destas crianças, o papel de cuidado com sua alimentação, higiene, sono, e para que se desenvolva estas atividades da forma mais prazerosa possível, é necessário a organização destes espaços.
Diante de tantas informações e experiências adquiridas no decorrer da leitura, pensamos em tomar uma direção quanto a educação infantil, mas que direção? Acho que o melhor mesmo é aproveitar um pouquinho de cada e melhorar cada dia mais.

Nenhum comentário: